EnglishPortugueseSpanish

LGPD é amplamente ignorada no Brasil

Redação 1 de dezembro de 2020
publicidade

Cerca de 85% das empresas estão ignorando questionamentos feitos com base nas prerrogativas da LGPD. O número foi obtido após um teste feito pela Sigilo, associação que protege os donos de dados e informações.
 Ao todo, foram enviadas 80 cartas a representantes de setores como e-commerce, bancos, telecomunicações, fintechs, marketing digital, entre outros. E, pelo jeito, o pessoal parece não estar muito preocupado em se adequar à nova lei. Segundo rege a LGPD, questionamentos como os posicionados pela associação têm um prazo de até 15 dias para serem respondidos. No teste, as perguntas foram enviadas por cartas a um grupo de empresas de 22 setores, nos quais não apenas 85% ignoraram totalmente as requisições, como os 15% que responderam, o fizeram fora do prazo estabelecido.


 A gente vai continuar acompanhando. Mas se já estivesse valendo, nenhuma empresa avaliada teria escapado de punição. As sanções para violação da LGPD só terão valor punitivo a partir de agosto de 2021.

publicidade