EnglishPortugueseSpanish

Hacker que invadiu rede da Nintendo é condenado

Redação 2 de dezembro de 2020
publicidade

Ryan Hernandez, um californiano de 21 anos que invadiu a rede interna da Nintendo e vazou informações sobre o Nintendo Switch antes de seu lançamento, foi condenado a três anos de prisão.


O jovem foi condenado por dois crimes – o de invasão e posse de pornografia infantil: o primeiro crime do hacker foi cometido em 2016. Ele usou técnicas de phishing para roubar as credenciais e informações da Nintendo. As informações roubadas foram compartilhadas na Internet.

publicidade

O hacker prometeu parar, mas a promessa não foi cumprida e ele continuou a invadir os servidores da companhia e vazar informações que encontravam por lá. Em 2019, o FBI vasculhou a casa do jovem e descobriu milhares de arquivos da Nintendo junto com mais de mil fotos e vídeos de pornografia infantil.


Além dos três anos de prisão, o hacker terá que pagar $259,323 à Nintendo pelos danos causados. E, após sua libertação, ele será obrigado ainda a passar mais sete anos em regime de liberdade supervisionada e registrar-se como um criminoso sexual.