EnglishPortugueseSpanish

Vacina da Pfizer tem uso emergencial aprovado

Redação 2 de dezembro de 2020
publicidade

Finalmente uma vacina contra a Covid-19 teve seu uso emergencial aprovado. Nesta quarta-feira, a agência que regulamenta a indústria médica no Reino Unido autorizou a aplicação da vacina desenvolvida pela Pfizer e BioNTech, após os resultados dos testes finais mostrarem uma eficácia de 95% do imunizante entre os voluntários.

Com isso, a vacinação no Reino Unido pode começar já na próxima semana. 50 hospitais já estão de prontidão, e centros de vacinação em locais como centros de convenção estão sendo montados.

publicidade

Segundo o secretário de saúde do país, 800 mil doses estarão disponíveis inicialmente, o suficiente para vacinar 400 mil pessoas, já que a vacina é aplicada em duas doses, com um intervalo de 21 dias.

Por aqui, seremos cautelosos em comemorar a aprovação desta vacina. Isso porque o Ministério da Saúde indicou ontem a possibilidade de ela não ser usada no Brasil, pelas diretrizes estabelecidas para a utilização das vacinas contra a Covid-19.

Segundo o ministério, os imunizantes devem ser capazes de manter suas integridades em temperaturas entre 2ºC e 8]C – ou devem ser “termoestáveis” dentro deste limite. Acontece que a vacina da Pfizer exige manutenção sob resfriamento mínimo de -70ºC.

publicidade