EnglishPortugueseSpanish

A partir desta terça-feira (8) o WhatsApp ganha um recurso que vai facilitar a interação dos clientes com os lojistas que usam a plataforma: um carrinho de compras. Com ele os usuários poderão explorar o catálogo, selecionar diversos itens e enviar um único pedido por mensagem para a loja.

A novidade é uma expansão de outro recurso para empresas lançado no ano passado, o catálogo. Com ele os clientes podem conferir a disponibilidade de produtos e serviços, enquanto as empresas podem organizar estrategicamente as conversas com base em itens específicos.

publicidade

Segundo o WhatsApp, essa nova experiência de compra e venda simplificará o controle de perguntas sobre pedidos, o gerenciamento de solicitações e o fechamento de vendas.

Exemplo do carrinho de compras no WhatsApp
Carrinho de compras no WhatsApp. Imagem: WhatsApp

A empresa cita como exemplo o restaurante Rancho do Peixe, em Brumadinho (MG), que teve acesso antecipado ao carrinho de compras no WhatsApp e confirmou que o fechamento das vendas é mais eficiente quando os clientes enviam por mensagem um carrinho com os itens que eles desejam comprar.

Para usar o carrinho de compras tudo o que o usuário deve fazer é abrir o catálogo para encontrar os itens que deseja comprar e tocar em “Adicionar ao carrinho”. Assim que todos os itens forem adicionados o carrinho pode ser enviado à loja como uma mensagem. O vídeo abaixo mostra um exemplo de uso.

O recurso carrinho está disponível em todo o mundo a partir de hoje.

Uma boa conversa para fechar a venda

Segundo o WhatsApp, mais de 175 milhões de pessoas conversam com uma conta do WhatsApp Business todos os dias e mais de 13 milhões de pessoas no Brasil veem um catálogo de negócios no aplicativo a cada mês.

Neste ano, principalmente por conta da pandemia, a necessidade de ferramentas digitais para fazer compras só aumentou. A empresa cita ma pesquisa que mostra que 83% dos adultos brasileiros dizem que “estão mais inclinados a realizar negócios / comprar de empresas com as quais eu possa conversar por mensagem.”