EnglishPortugueseSpanish
publicidade

“Chaves” e “Chapolin”, dois nomes que deram vida às longevas séries exibidas pela emissora mexicana Televisa (ou o SBT e, posteriormente, Multishow, no Brasil), estão em vias de ganhar, respectivamente, uma série e um filme live-action, de acordo com o Roberto Goméz Fernández, filho do ator Roberto Bolaños, que criou e viveu os personagens e faleceu em 2014.

Segundo uma entrevista de Fernández reproduzida em diversos canais mexicanos, ambas as ideias ainda estão na fase conceitual, tomando forma, então não é possível dar uma previsão de estreia para as produções: “Tivemos pouco tempo para dar forma a isso, então teremos todo um processo para ver o tamanho que isso pode ter”, comentou ele.

publicidade
Chaves e Chapolin
“Chaves” (esq.) e “Chapolin”(dir.), personagens criados por Roberto Bolaños, devem ganhar série e filme. Imagem: Televisa/Reprodução

O filho de Bolaños também afirmou que, por mais complicado que seja competir com as produções de Hollywood – citando os filmes de super-herói da Marvel e DC, com orçamentos de dezenas de milhões de dólares, o seu desejo é o de que um ator mais conhecido dê vida ao “Chapolin Colorado”, com bom trânsito no público estadunidense – dando a entender que o personagem deve também chamar a atenção não só dos mexicanos e brasileiros, mas também de outras nacionalidades.

Já sobre a série do Chaves (ou “El Chavo del Ocho”, no nome original), Roberto Goméz Fernández enfaticamente nega a possibilidade de um “revival” da narrativa original. Dizendo que essa história, em específico, acabou. Fernández ressalta que a origem do menino de rua que todos pensaram morar no barril da vila nunca foi explorada na televisão – a história do Chaves é um conto mostrado apenas em livro.

Além de “Chaves” e “Chapolin”

Roberto Mario Gómez y Bolaños foi o criador do “Chaves” e do “Chapolin”, tendo idealizado os personagens, além de produzido, roteirizado e atuado como protagonista nas séries homônimas. Nascido no México em 1929, ele abandonou a engenharia para dedicar-se à dramaturgia, tornando-se um dos maiores nomes latinos a terem reconhecimento mundial no mercado da atuação.

Roberto Bolaños, criador de “Chaves” e “Chapolin Colorado”, faleceu em 2014, vítima de uma parada cardíaca. Imagem: Danilo Mejias/SBT/Divulgação

Bolaños era mais conhecido como “Chespirito” – algo como “Pequeno Shakespeare” – pelo público mexicano, tendo criado também um show com este nome, que viria a tomar o primeiro lugar em várias listagens de audiência mexicana. Além destes, vários personagens interpretados por outros atores foram de sua criação ou co-criação.

publicidade

As criações de Bolaños lhe renderam, ainda, um relação amorosa bastante duradoura: o ator e dramaturgo casou-se com sua companheira de elenco e namorada de longa data, Florinda Meza, que interpretou a personagem homônima em “Chaves”.

“Chaves” e “Chapolin Colorado” oficialmente acabaram em meados da década de 1980 e, infelizmente, acabou separando parte do elenco envolvido devido a brigas por licenciamento e direitos autorais sobre alguns dos personagens. Vale citar que, no meio de tudo isso, em 2017, “Chaves” ganhou uma versão em desenho animado que, apesar do público cativo, acabou não sendo muito visualizada na TV brasileira.

Fonte: UOL