A Sony quer vender cerca de 18 milhões de unidades do PlayStation 5 (PS5) em 2021, e já está se preparando para ampliar a capacidade de produção do aparelho a fim de garantir que ele esteja disponível nas lojas por todo o próximo ano. A ideia é evitar que o consumidor tenha dificuldades em encontrar o console nas lojas – algo que aconteceu frequentemente desde o seu lançamento em 12 de novembro.

Segundo fontes do site Digitimes, a Sony conseguiu vender 3,4 milhões de unidades do PlayStation 5 de novembro para cá, certamente aproveitando o fôlego do varejo nas festas de Natal. Entretanto, o console – vendido exclusivamente online devido à pandemia da Covid-19 – ainda tem alta busca por parte dos consumidores e unidades estão escassas ou com entregas prometidas para daqui dois ou três meses.

publicidade

Para contornar isso em 2021, a Sony já estaria conversando com fornecedores de componentes para que eles acelerem a produção de peças do PS5, com a AMD supostamente já tendo assegurado a capacidade de aumentar o volume de entrega do processador customizado do console já nas próximas semanas. A produção do componente de sete nanômetros deve aumentar entre 40% e 50% em 2021, o que deve garantir a entrega de pelo menos 1,5 milhões de unidades do componente – logo, mais PlayStation 5 nas prateleiras.

sony 18 milhões PlayStation 5
O PlayStation 5 passou por várias reposições de estoque graças à demanda maior que o esperado, mas Sony quer garantir disponibilidade do aparelho em 2021. Imagem: Jack Skeens/Shutterstock

A Sony vender 18 milhões de PlayStation 5 não é um objetivo fora da realidade, ao contrário do que se possa pensar: inicialmente, a empresa tinha o objetivo de vender entre cinco e seis milhões de unidades do aparelho até março de 2021 – uma missão ampliada para 10 milhões dado o sucesso maior que o antecipado do aparelho neste fim de ano. Se considerarmos o relato do Digitimes como correto e a Sony já ter comercializado 3,4 milhões de consoles desde o lançamento em novembro, então a empresa está bem perto de cumprir a sua meta.

Fonte: Digitimes