EnglishPortugueseSpanish

Os AirPods Max — novo membro da linha de fones de ouvido premium da Apple — começaram a ser vendidos nesta sexta-feira (8) no Brasil no site oficial da Maçã. No entanto, por ora, o gadget aparece com status de entrega indisponível.

Depois de passar pelo processo de certificação da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), os AirPods Max confirmaram a expectativa de preço final para o varejo nacional. Os fones de ouvido serão vendidos pela Maçã por R$ 6.899, com possibilidade de parcelamento em até 12x no cartão de crédito.

publicidade

Desconto para pagamento à vista

Novos fones de ouvido da Apple prometem experiência premium. Imagem: Apple/Divulgação

À vista, os AirPods Max contam com desconto de quase R$ 700, saindo por R$ 6.209,10. Como comparativo, os fones over-ear da Apple são vendidos por US$ 549 (carca de R$ 2.970) nos EUA. As estimativas de envios por aqui ainda eram longas, com prazos de espera estimados em até 6 semanas. Fato que também pode ter contribuído para a suspensão da venda do acessório no Brasil.

As cores são as mesmas vendidas no varejo internacional, ou seja: cinza-espacial, prateada, verde, azul-céu e rosa. Os AirPods Max acompanham um case de proteção na caixa e um cabo Lightning compatível com portas USB tipo C para o carregamento da bateria do acessório.

Vendas suspensas

Venda dos AirPods Max está temporariamente suspensa no Brasil. Apple/Reprodução

Com mencionado antes, ao acessar o site de vendas do acessório, o status de entrega exibe “Atualmente indisponível” (em todas as cores). No entanto, a suspensão deve ser temporária. Fato que, inclusive, já aconteceu em outubro de 2020 logo quando começaram as vendas do iPad 10,2″ no Brasil.

De acordo com Greg Joswiak, vice-presidente sênior de Marketing Global da Apple, os AirPods Max se destacam pelo “design acústico customizado, combinado com os poderosos chips H1 e software aprimorado, que permitem que os AirPods Max façam uso de áudio computacional para entregar, sem fios, a maior experiência pessoal para o ouvinte”.

publicidade

Via: MacMagazine