EnglishPortugueseSpanish

Se você usa o WhatsApp Web, fique atento. O pesquisador digital independente Rajshekhar Rajaharia descobriu, na última sexta-feira (15), que usuários da versão web do app de mensagens estão tendo seus números de celular indexados pelo Google. Ou seja, seu telefone fica exposto nos resultados de qualquer busca.

Ainda que o WhatsApp seja um aplicativo primariamente móvel, mais de 400 mil usuários utilizam a sua interface web na Índia, país onde a descoberta foi feita. Essencialmente, o WhatsApp Web espelha seus chats no celular, permitindo que você os conduza pelo computador pessoal.

publicidade
whatsapp web
WhatsApp Web é uma interface que espelha o chat do aplicativo no seu celular para a tela do seu computador. Imagem: lidiasilva/Shutterstock

O problema é quando esse espelhamento acaba expondo suas informações pessoais na rede. “O vazamento está acontecendo pelo WhatsApp Web. Se alguém estiver usando o WhatsApp em um laptop ou PC de escritório, seu número móvel será indexado no Google Search. Falamos de números de usuários individuais, não telefones de negócios”, disse Rajaharia à agência de notícias indoasiática (IANS).

Indexação dos dados do WhatsApp Web no Google

A informação bate com outro problema enfrentado pelo WhatsApp há um bom tempo. Se você digitasse na busca do Google os termos “site:chat.whatsapp.com”, receberia como retorno uma série de links de grupos do mensageiro – alguns destes, privados.

A situação foi resolvida após o WhatsApp pedir que o Google abandonasse a indexação e, hoje, o retorno da busca só resulta em uma página de “nenhum resultado encontrado”.

Entretanto, isso não mudou a situação em um nível aprofundado: “apesar do WhatsApp aconselhar o Google a remover os links de grupos de chat de antes, os números [de telefone] via aplicação WhatsApp Web agora são indexados pela busca”, disse Rajaharia.

publicidade
google
Google tem indexado números de telefone de usuários do WhatsApp Web. Imagem: Castleski/Shutterstock

Desde março de 2020, segundo um porta-voz do WhatsApp, a empresa incluiu a tag “noindex” em todos os links cuja extensão leve ao chat via aplicativo.

Segundo Rajaharia, porém, o transtorno atual ainda não foi resolvido nem pelo Google, nem pelo Facebook. E o timing da situação é extremamente desfavorável, haja vista que o WhatsApp tentou forçar uma mudança em seus termos de uso, onde especialistas se desagradaram diante do app compartilhar informações de seus usuários com o Facebook – mesmo que os usuários não tenham conta na rede social.

No presente momento, WhatsApp e Google não comentaram o caso.

Fonte: Business Insider

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!