EnglishPortugueseSpanish

Tinder e Bumble excluem invasores do Capitólio de aplicativos

Redação 19 de janeiro de 2021

O Tinder e o Bumble estão banindo perfis de pessoas que participaram do ataque ao Capitólio norte-americano no início de janeiro.

Diversas imagens dos invasores que foram divulgadas na mídia estão servindo para que as empresas por trás dos apps de relacionamento consigam derrubar perfis ligados à invasão.

publicidade

Um porta-voz do Match Group, representando o Tinder, afirmou que a plataforma baniu e continuará banindo qualquer usuário procurado pelo FBI por relação com terrorismo doméstico.

Em sua conta no Twitter, o Bumble ressaltou que proíbe qualquer conteúdo que promova o terrorismo e o ódio racial, e informou que já removeu qualquer usuário que tenha, confirmadamente, participado no ataque ao Capitólio dos Estados Unidos.

A vida sem matches em apps de relacionamento como o Tinder e o Bumble é mais uma medida adotada pelas empresas de tecnologia social contra o grupo que conduziu o ato que pretendia reverter a derrota de Donald Trump para Joe Biden na eleição presidencial.

Por insuflar os manifestantes, o republicano acabou banido permanentemente da maior parte das redes sociais conhecidas, incluindo Pinterest, Facebook, Snapchat, Twitch, além de cortes notáveis no YouTube e Twitter.

publicidade