EnglishPortugueseSpanish

Birdwatch: Twitter anuncia novo programa piloto de checagem de fatos

Redação 26/01/2021 21h15

O Twitter está de olho em quem espalha notícias falsas e promove a desinformação em sua plataforma. Para combater esse tipo de ação, a rede social anunciou o lançamento do programa Birdwatch.

Inicialmente disponível apenas nos Estados Unidos, o projeto-piloto vai reunir cerca de mil usuários, que poderão adicionar notas e contextos informativos em tuítes considerados enganosos.

publicidade

De acordo com um post de Keith Coleman, vice-presidente de produtos do Twitter, a intenção não é dar um veredito de “verdadeiro” ou “falso” ao tuíte, mas sim, possibilitar que a própria comunidade forneça contexto útil para melhorar o entendimento e a avaliação da publicação.

Primeiramente, o usuário do Birdwatch poderá classificar o tuíte como duvidoso. Depois, ele terá a possibilidade de apontar os danos que o tuíte pode causar.

Além disso, será necessário postar um contra-argumento para a publicação, dando mais contexto ou apresentando novos fatos à postagem.

Por ora, as notas estarão visíveis apenas no site Birdwatch. No entanto, o Twitter afirma que está trabalhando para melhorar o recurso e posteriormente liberá-lo para todos os usuários da plataforma.

Mas, antes de liberar ao público geral, o Twitter diz que pretende tornar a funcionalidade resistente a tentativas de manipulação para garantir que o programa não seja dominado por uma maioria tendenciosa.