O Google anunciou um investimento de cerca de US$ 150 milhões em práticas de educação e distribuição de vacinas contra a Covid-19.

Segundo um post no blog oficial da empresa e assinado pelo CEO Sundar Pichai, o Google vai disponibilizar parte de suas estruturas, como estacionamentos e prédios desocupados, para autoridades de saúde usarem como clínicas de vacinação.

publicidade

O CEO ainda explicou que US$ 100 milhões serão destinados a bolsas e benefícios oferecidos a entidades de saúde, como a Fundação CDC e a Organização Mundial da Saúde.

Os outros US$ 50 milhões irão para agências locais de saúde pública, para que possam distribuir material informativo sobre a chegada das vacinas a comunidades carentes.

Em relação a seus serviços digitais, o Google também vai expandir painéis informativos sobre a Covid-19 em seu mecanismo de busca. Os resultados passarão a informar dados municipais e estatais de oferta da vacina, para que internautas saibam quando poderão receber o imunizante.

Essa medida vale apenas para os Estados Unidos. Ainda não há informações de que o Google esteja preparando algo similar em outros países, como o Brasil.