EnglishPortugueseSpanish

A Pfizer está adiantada no cronograma de entrega de vacinas contra Covid-19. Albert Boula, CEO da companhia, afirmou que conseguirá entregar as doses contratadas pelo governo dos Estados Unidos antes do previsto devido à forma de contar as doses disponíveis em cada frasco da vacina.

Inicialmente, a Pfizer contabilizava cinco doses de sua vacina por frasco. No entanto, cada frasco contava com uma quantia adicional, como uma margem de segurança para quem estiver aplicando a vacina e alguns modelos de seringa conseguem aproveitar seis doses no frasco, em vez de apenas cinco.

publicidade

Com isso, a empresa, como informou seu CEO à Bloomberg, julga que cada frasco já entregue e o restante da produção prevista, têm 20% a mais da vacina do que inicialmente previsto. Assim, a Pfizer reajustou suas contas de quantas doses já foram entregues, o que reduz quantas ela ainda tem para entregar.

A nova forma de contar permite à Pfizer entregar aos Estados Unidos 120 milhões de doses no primeiro trimestre, em vez de apenas 100 milhões como era previsto para o período. Também seria possível cumprir o contrato, que prevê 200 milhões, em maio, dois meses antes do que era combinado.

No entanto, a nova contabilidade causa algum desconforto. Há relatos de que algumas das seringas em uso nos Estados Unidos não são capazes de utilizar as seis doses do frasco, o que fazia com que uma delas acabasse jogada fora, já que não poderia ser aproveitada. Considerando que a Pfizer agora considera essas doses desperdiçadas como entregues, e não só como uma margem de segurança, os Estados Unidos podem acabar, na prática, recebendo menos do que imaginavam receber.

Além disso, a Becton Dickinson, a maior fabricante de seringas do mundo, afirmou que a demanda pelas seringas capazes de extrair todo o volume dos frascos está em alta, e a produção prevista para o ano de 2021 já está basicamente toda comprometida, então não há como fornecer todas as unidades esperadas.

publicidade

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!