A Virgin Hyperloop “deu um gostinho” de como será a experiência dos passageiros que vão viajar no futuro em dos seus trens ultrarrápidos.

Um vídeo divulgado pela empresa começa mostrando uma estação da Hyperloop, que poderá ser acessada de carro ou a pé.

publicidade

Já na parte de dentro dos vagões, é possível ver que os assentos serão parecidos com os de um avião.

Haverá ainda estações de carregamento sem fio para os telefones dos passageiros, que poderão acompanhar informações da viagem em uma tela que fica na parte de trás das cadeiras.

E o mais importante: o vídeo conceitual mostra as pessoas viajando a 1.200 km/h na maior tranquilidade.

Cada trem será capaz de transportar até 28 passageiros, mas a Virgin garante que o software de inteligência de máquina permitirá uma proximidade maior entre os comboios. Isso fará com que milhares de passageiros sejam transportados por hora ao longo de uma rota.

A empresa espera que o sistema de transporte seja acessível para todos, e não apenas para os mais ricos.

Os preços das passagens dependem da rota, mas a Virgin Hyperloop sugere que as tarifas serão próximas ao custo de dirigir um carro de um lugar para outro.