EnglishPortugueseSpanish

Anvisa recebe pedido de registro definitivo da vacina de Oxford no Brasil

Redação 1 de fevereiro de 2021

O Brasil pode, em breve, ter seu primeiro imunizante registrado em definitivo para uso contra Covid-19 no país: a vacina de Oxford.

A Fiocruz deu entrada no pedido para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, dê o aval definitivo para a CoviShield, desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca.

publicidade

Atualmente, algumas doses do imunizante já estão em distribuição no país por meio de uma autorização de uso emergencial proporcionada pela Anvisa em 17 de janeiro.

No entanto, esse tipo de permissão tem severas restrições. Com o registro definitivo, a vacina de Oxford poderá ser distribuída de forma mais ampla no país.

Os responsáveis ganham a possibilidade de vacinar qualquer indivíduo e também passa a ser possível comercializar o imunizante, o que hoje não é permitido.