EnglishPortugueseSpanish

Google é multado em US$ 3,8 milhões por discriminação de gênero

Redação 2 de fevereiro de 2021

O Google foi condenado a pagar uma multa de US$ 3,8 milhões por discriminação de raça e gênero no ambiente trabalhista.

Segundo o Departamento de Trabalho dos Estados Unidos, a empresa paga salários inferiores para mulheres engenheiras, comparado a homens na mesma posição.

publicidade

Além disso, o Google é acusado de promover um processo seletivo que traz desvantagens específicas às mulheres e aos asiáticos.

A decisão veio após uma extensa avaliação de três anos, de 2014 a 2017, nas sedes do Google na Califórnia e em Washington, nos Estados Unidos.

O dinheiro da multa será dividido nas devidas compensações às pessoas que moveram a ação contra o Google, que concordou pagar mais US$ 1,25 milhão em “ajustes de equidade de pagamento”.

Apesar de assegurar que não vai recorrer da decisão, a empresa ainda saiu da briga com benefícios. O Departamento de Trabalho se comprometeu a “não auditar” 39 escritórios do Google durante cinco anos.