O governo de São Paulo ampliou nesta quarta-feira (10) a abrangência do Plano Estadual de Imunização (PEI). Agora, o estado já começa a prever a vacinação contra Covid-19 de idosos com idade entre 80 e 84 anos, com previsão de início no dia 1º de março.

Além de uma nova faixa etária agregada ao PEI, o governo também anunciou a antecipação do início da vacinação para quem tem idade entre 85 e 89 anos. A previsão original era de que esse grupo fosse imunizado apenas a partir da próxima segunda-feira (15), mas o governo decidiu iniciar o processo na sexta-feira (12).

publicidade

Com o anúncio do governo, já têm data de vacinação quase 2,7 milhões de cidadãos de São Paulo. O primeiro grupo, de trabalhadores da saúde, quilombolas e indígenas, compreende 1,6 milhão de pessoas. Já entre os idosos de mais 90 anos há 206 mil. São mais 309 mil com idade de 85 a 89, e mais 563 mil na faixa de 80 a 84 anos.

São 2,7 milhões de paulistas já com data prevista para integração ao Plano Estadual de Imunização. Imagem: Reprodução

No entanto, apesar das determinações do governo estadual, cada município tem autonomia para estabelecer prioridades entre os subgrupos que formam esses 2,7 milhões de habitantes. Como nota o UOL, a capital paulista também dividiu o grupo de profissionais da saúde em faixas etárias, com expectativa de começar a imunizar trabalhadores com mais de 60 anos ainda nesta semana.

A expectativa é que, a partir de agora, o ritmo de vacinação se acelere. Com os novos carregamentos do insumo farmacêutico ativo da CoronaVac, o Instituto Butantan agora prevê que a produção não seja mais interrompida, o que deve normalizar o fornecimento da vacina para o Brasil. Dimas Covas, diretor do instituto, diz que o ritmo de produção já é de 600 mil doses por dia.

Segundo o governador João Doria, o estado já vacinou mais de 1 milhão de pessoas. Apesar de ser o estado com mais doses alocadas de vacinas, proporcionalmente é apenas o quinto em ritmo de distribuição, com 2,37% da população vacinada, segundo o painel Covid-19 no Brasil.