EnglishPortugueseSpanish

Você sabe como deixar seu canal no YouTube mais seguro? A empresa registra que mensalmente mais de dois bilhões de usuários acessem a plataforma para acompanhar seus vídeos preferidos. Porém, sabemos que os vídeos são vinculados a contas de pessoas ou empresas e isso muitas vezes chama a atenção de hackers.

Em comemoração ao Dia Internacional da Internet Segura, a empresa divulgou algumas dicas para manter a segurança dos canais criadores de conteúdo. Segundo Abner Almeida, gerente de operações do YouTube, existem quatro passos essenciais para manter a segurança de qualquer canal na plataforma.

publicidade

Veja como manter seu canal no YouTube seguro

1 – O primeiro passo é ativar a verificação em duas etapas. A função impede que alguém acesse a conta apenas com a senha. A plataforma de vídeos indica que é possível realizar o processo através das chaves de segurança, solicitações do Google e também pelo aplicativo Google Authenticator.

2 – Os criadores de conteúdo muitas vezes trabalham com outras pessoas que também possuem acesso as configurações do canal. Para evitar problemas neste processo, o YouTube disponibiliza as funções de administrador, editor, espectador e espectador limitado. É possível definir um perfil para cada colaborador, basta analisar as funções que ele desempenha na plataforma.

3 – Mesmo parecendo óbvio, o YouTube volta a apontar que a criação de uma senha forte é um dos principais métodos de segurança. Segundo a plataforma, o usuário deve criar uma senha única, que não deve se repetir em outros sites, e deve conter combinações de letras, números e símbolos, com no mínimo oito caracteres.

Abner Almeida aconselha ainda que os criadores de conteúdo utilizem a ferramenta Gerador de Senhas do Google Chrome, que cria automaticamente senhas fortes e sincronizadas a sua conta Google. O gerente de produções também indica o Alerta de Senha do Chrome para que seja enviada uma notificação cada vez que você utilizar uma senha em um site que não seja do Google.

publicidade

4 – A última dica do YouTube pede que os internautas fiquem atentos a mensagens e conteúdos suspeitos que muitas vezes solicitam informações pessoais. Abner Almeida atenta aos usuários que a assinatura oficial do YouTube e Google muitas vezes é utilizada de maneira parecida por usuários mal intencionados.

Caso o seu canal seja invadido, o administrador deve entrar em contato com a empresa e seguir o passo a passo solicitado para recuperação.

Pronto! Agora você já sabe as melhores maneiras de manter seu canal no YouTube seguro, evitando invasões indesejadas.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!