Um alto executivo da SpaceX elegeu o calor excessivo como culpado pela falha no pouso do foguete Falcon 9 no último dia 16. O pouso fracassado acabou com uma série de quase um ano e mais de 20 pousos bem-sucedidos de boosters das missões Starlink. 

Hans Koenigsmann, conselheiro sênior para construção e confiabilidade de voo da SpaceX, afirmou que, apesar de acreditar que o erro tenha a ver com o calor, a empresa de Elon Musk segue investigando quais possíveis outras razões podem ter atrapalhado o pouso. 

publicidade

“Isso tem a ver com danos causados pelo calor, mas é uma investigação em andamento. É tudo o que posso dizer neste momento”, disse ele durante a 47ª Cúpula do Spaceport, em 23 de fevereiro.

A investigação é de suma importância, já que a SpaceX não pretende lançar nenhuma missão antes de ter certeza sobre qual foi a razão para a falha. 

A missão lançada a partir do Space Launch Complex 40 (SLC-40) no último dia 16 foi um sucesso, porém, na hora de aterrissar na balsa robótica apelidada de “Of Course, I Still Love You”, os motores não desligaram conforme o esperado. 

Em um vídeo do retorno do impulsionador, é possível ver que, além dos motores não terem desligado após a entrada do veículo queimar, o propulsor nunca chegou até a embarcação. Além disso, é possível ver um brilho bem ao longe no momento em que deveria ocorrer o pouso.

Motores não desligaram conforme o esperado. Créditos: SpaceX-Imagery/Pixabay

Clientes auxiliam nas investigações

Além da SpaceX, clientes da Falcon 9 estão auxiliando nas investigações. Mas Joel Montalbano, gerente do programa da Estação Espacial Internacional da Nasa, afirmou que a falha não deve alterar o cronograma de lançamento da missão Crew-2, programado para 20 de abril. 

“Estamos trabalhando com eles para entender melhor o que aconteceu e agora é muito cedo para dizer se teremos algum impacto”, disse Montalbano. 

Já Wayne Monteith, administrador associado de transporte espacial comercial da Administração Federal de Aviação, classificou o ocorrido como um “fracasso bem-sucedido”. “Ele falhou dentro do regime de segurança e eles protegeram o público e protegeram a propriedade pública”, disse ele. 

Via: Space News 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!