EnglishPortugueseSpanish

 

O conglomerado de telecomunicações Verizon comprou mais da metade das ondas de rádio sem fio oferecidas pelo governo dos EUA em um leilão que acumulou recorde de US$ 81 bilhões em licitações. A operadora de celular prometeu uma soma recorde para garantir ondas aéreas para serviços sem fio mais rápidos, como a tecnologia 5G.

A Verizon e outras operadoras sem fio dos EUA dominaram o último leilão de espectro 5G da FCC (Comissão Federal de Comunicação, em tradução livre). No nome de Cellco Partnership, a Verizon gastou a maior parte no leilão, oferecendo US$ 45 bilhões por 3.511 licenças. A AT&T veio em segundo lugar, oferecendo US$ 23 bilhões por 1.621 licenças. E a T-Mobile enviou a terceira maior oferta, US$ 9 bilhões, por 142 licenças.

publicidade

As empresas sem fio estão buscando mais espaço no ambiente do espectro eletromagnético para acompanhar a crescente demanda de seus clientes por música, vídeo e software transmitidos para seus smartphones. As organizações que tiverem menos ativo podem ter o serviço degradado, colocando a operadora em desvantagem competitiva.

Verizon prometeu US$ 45 bilhões em licenças. Imagem: Shutterstock

A Verizon, a maior em termos de assinantes, concentrou grande parte de seus investimentos sem fio no espectro de ondas milimétricas de alta frequência nos últimos anos. Essas licenças podem suportar velocidades de internet ainda maiores, mas geralmente têm dificuldade para transportar dados à distância.

As regras do leilão impedem que os licitantes comentem sobre os valores e compras realizadas durante alguns dias, então as empresas devem soltar mais informações sobre as compras em março.

A mais recente venda de espectro ofereceu às empresas de telefonia celular, provedores de TV a cabo e outros licitantes qualificados uma chance de expandir suas operações sem fio na faixa da banda C, uma faixa de ondas antes restrita às comunicações por satélite. O espectro de banda média, como o que faz parte do leilão, é importante para implementação da tecnologia 5G, porque oferece uma maior cobertura geográfica e capacidade de transmissão de grandes quantidades de dados.

John Hodulik, analista da indústria do UBS Group AG, disse que a Verizon, em particular, discutirá os benefícios que o espectro da banda C oferece a seus clientes de internet doméstica. Combinar as ondas de rádio adquiridas este ano com as propriedades existentes de espectro de alta frequência poderia suportar um serviço que “poderia realmente ser uma espécie de concorrente do cabo”, afirmou.

Via: The Wall Street Journal

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!