Uma série de deepfakes envolvendo o ator Tom Cruise se tornou viral no TikTok no final de fevereiro. Entretanto, ao invés de rir da situação, alguns usuários acharam os vídeos bastante assustadores, algo como um sinal de que a inteligência artificial já permitiria a qualquer pessoa fazer vídeos falsos envolvendo qualquer pessoa.

Porém, o criador dos clipes, o animador belga Chris Ume, afirmou que esse definitivamente não é o caso. Segundo ele, diferente do que se pensou, os vídeos não foram produzidos apenas com IA. Além disso, o principal diferencial foi a ajuda de Miles Fisher, que é um imitador profissional do ator. 

publicidade

“Você não pode fazer isso apenas pressionando um botão”, afirmou Ume. “Isso é importante, é uma mensagem que quero passar às pessoas”.

Segundo ele, cada clipe levou semanas para ser produzido, e além do algoritmo DeepFaceLab, também foram usadas várias ferramentas de edição de vídeo.

“Ao combinar computação gráfica e efeitos especiais tradicionais com deepfakes, é melhor. Certifico-me de que você não vê nenhuma das falhas”, declarou Ume.

Ou seja, a não ser que você seja um animador profissional e experiente, fazer esses vídeos não será uma tarefa tão fácil.

Ume tem ampla experiência em animação

Chris Ume não é exatamente um iniciante quando se trata de trabalhar com deepfakes, o belga, inclusive, já trabalhou usando a tecnologia em alguns produtos famosos de Hollywood, como a série “Sassy Justice”, que é dos mesmos criadores de South Park.

Leia também

Software aberto cria deepfakes em tempo real durante reuniões no Zoom

Disney desenvolve técnica de deepfake que cria imagens em alta resolução

Inteligência Artificial da Microsoft imita vozes cantantes e pode criar ‘deepfake musical’

Ele conta que a ideia de trabalhar em vídeos envolvendo o astro da franquia “Missão Impossível” surgiu depois que ele viu Miles Fisher em um vídeo que anunciava uma candidatura falsa do ator à presidência dos Estados Unidos.

Ume rapidamente entrou em contato com Fisher e os dois trabalharam juntos em vídeos considerados inofensivos para a conta “DeepTomCruise” no TikTok. Depois que os clipes se tornaram virais, Ume chegou a retirá-los do ar, mas recolocou rapidamente.

Hoje, a conta tem mais de 516 mil seguidores e mais de 1,5 milhão de curtidas. Porém, segundo Ume, o dever está cumprido e nenhum vídeo novo será produzido. “Eu criei consciência, mostrei minhas habilidades e fizemos as pessoas sorrirem. O projeto está feito”, afirmou.

Via: The Verge

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!