A crise global dos chips semicondutores pegou em cheio diferentes setores da indústria e vem sendo um problema para basicamente todo mundo. Desde eletrodomésticos, até automóveis, passando pelos consoles, diversas empresas precisaram alterar os esquemas ou até paralisar as linhas de produção por conta da escassez do componente.

As causas para esse problema vão desde a guerra comercial entre Estados Unidos e China, passando por um erro de cálculo que levou alguns fabricantes a estocar a produção no início da pandemia, até a infuência de condições climáticas!

publicidade

A produção chegou a ser interrompida nos Estados Unidos por conta do frio extremo, e m Taiwan, uma forte seca afeta as fábricas, já que o processo de fabricação de chips precisa de grandes quantidades de água.

Entre os componentes que estão mais em falta no mercado, estão os de tecnologia mais simples, que são usados em uma gama maior de produtos, como os automóveis. Mas a indústria está direcionada na fabricação de chips mais elaborados e lucrativos, como os usados em equipamentos 5G e servidores.

Hoje, estima-se que os semicondutores sejam o quarto produto mais comercializado do mundo, ficando atrás somente dos automóveis, petróleo refinado e do petróleo bruto.

As empresas têm feito investimentos para adaptar as linhas de produção, mas o processo é lento e caro. Se estima que a crise pode durar mais alguns anos! Com isso, os produtos na lojas ficam mais caros e até mais difíceis de encontrar, como já acontece com o PlayStation 5 e os Xbox Serie S e X.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!