EnglishPortugueseSpanish

Nariz precioso: cães treinados podem farejar a Covid-19 em amostras de urina

Redação 22/04/2021 22h28

Os cães podem farejar a Covid-19 em amostras de urina com 96% de precisão, segundo informações de um estudo da Escola de Medicina Veterinária da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos. A técnica se chama ‘teste do cão’ e ainda está em desenvolvimento para realmente ter aplicações práticas.

Os profissionais colocaram uma amostra positiva da doença em uma das 12 portas de roda de cheiro e recompensaram os cães que conseguiram reagir à porta correta.

publicidade

Depois de três semanas de treinamento, os pesquisadores chegaram à conclusão que os cães puderam identificar amostras positivas de Covid-19 com 96% de precisão em média. A especificidade geral foi de 99%, o que significa que quase não houve falsos positivos. A sensibilidade geral, porém, foi de 68%, ou seja, teve alguns falsos negativos.

Outros estudos descobriram que a Covid-19 tem características fortes para que eles possam farejar amostras de saliva e suor. Inclusive, alguns cachorros já foram usados para detectar o vírus em um aeroporto de Dubai.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!