Em um estudo que percorreu mais de 75,5 mil quilômetros, cientistas conseguiram medir com precisão os pontos mais profundos de cada um dos cinco oceanos da Terra.

Foram 39 mergulhos durante dez meses, entre 2018 e 2019, para criar mapas mais precisos das águas que cobrem a maior parte do globo. E, uma confirmação: a Fossa das Marianas é a mais profunda de todas. O ponto é conhecido como Depressão Challenger, e tem 10.924 metros de fundura.

publicidade

A Five Deeps Expedition, usou um submersível capaz de levar duas pessoas para coletar dados do solo oceânico. Mais da metade dos locais em que a expedição foi nunca haviam sido mapeados com tecnologia moderna.

Dentro do submersível, uma eco-sonda multifeixe emite uma série de pulsos sonoros para mapear cada parte do fundo do mar. O ex-oficial de inteligência norte-americano Victor Vescovo era quem lançava o LV nas missões.

Ele se tornou a quarta pessoa na história a chegar à Depressão Challenger, ponto mais baixo da superfície terrestre, em maio de 2019. Na Fossa das Marianas, Vescovo encontrou três novas espécies de vida marinha, e recuperou o pedaço mais profundo de rocha do manto da Terra. Infelizmente, também encontrou um saco plástico e um pacote de bombom.

Veja o resultado completo dessa experiência no nosso site, olhardigital.com.br

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!