É um apaixonado por fuscas? Então, que tal uma versão elétrica do carro da Volkswagen? Saiba que um deles circula por aí.

A responsável pelo projeto é a engenheira eletricista capixaba Aline Gonçalves Santos, que sempre achou os carros elétricos muito caros e resolveu fazer o seu próprio veículo movido a eletricidade. Para isso, arregaçou as mangas e transformou um fusquinha modelo 1972.

publicidade

A ideia de Aline era desenvolver o fusca elétrico com peças 100% nacionais. Ela chegou até a tentar produzir o próprio sistema de baterias, reciclando de notebooks, o que não deu muito certo. Por fim, a engenheira decidiu que a melhor opção seria mesmo trazer as baterias de fora.

Depois de aproximadamente pouco mais de dois anos e um investimento de cerca de R$ 100 mil, o fusca elétrico de Aline funcionou e foi apresentado ao público em 2018. Em média, o carro consegue rodar cerca de 50 km a uma velocidade de 50 km/h após ser carregado por oito horas em uma tomada residencial.

O carro fez tanto sucesso que, agora, a engenheira quer ir além. O próximo passo é finalizar o aplicativo para dar ao veículo outras funcionalidades, como a abertura das portas, o monitoramento do nível de bateria, rastreamento e trajeto percorrido.

Agora, não faltam interessados em comprar o carro. Será que ela toparia vender? E por qual valor?

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!