Pescadores do Iêmen fizeram uma descoberta no Golfo de Aden que pode mudar suas vidas.

Os 35 homens encontraram uma carcaça de baleia com um tesouro dentro: vômito solidificado em uma quantidade que pode lhes render mais de R$ 10,8 milhões.

publicidade

A substância, na verdade, é âmbar gris (ou âmbar cinza), um material gorduroso formado no intestino das baleias.

Há séculos, o âmbar gris é considerado uma matéria-prima rara e muito valiosa para o mundo da perfumaria — e já foi usado no passado como medicamento e até como afrodisíaco.

A secreção é produzida pelas vias biliares do trato gastrointestinal de baleias cachalotes para facilitar a passagem de objetos grandes ou pontiagudos.

O animal vomita a secreção, que se solidifica e tem um cheiro ruim no começo. Mas, após estar seca, ganha uma fragrância doce e duradoura, que é utilizada na indústria de perfumes para fixar o cheiro dos produtos.

O âmbar gris tem sido substituído por alternativas sintéticas – dado seu custo e acessibilidade – mas ainda é utilizado nos perfumes mais caros.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!