O rover Perseverance, da Nasa, finalmente começou o próprio projeto científico após pousar em Marte em fevereiro de 2021. O veículo de exploração vai explorar a cratera “Jezero” em busca de sinais de vida antiga no planeta vermelho. Essa é a real missão dele, desde o lançamento.

Antes disso, o Perseverance estava transitando o planeta vermelho mais como um “acompanhante” do mini helicóptero Ingenuity, que chegou com ele a Marte. Ao mesmo tempo, o rover rodava diagnósticos de equipamento para garantir que todos os sistemas estivessem rodando com plenas capacidades.

publicidade

Agora, o explorador Perseverance finalmente está pronto para começar a sua real missão em Marte: a busca por sinais de vida antiga no planeta vermelho. Ao longo dos próximos meses, o rover vai explorar uma área de quatro quilômetros de solo da cratera. É de lá que as primeiras amostras de outro planeta serão coletadas para serem enviadas à Terra em uma missão futura.

Se tudo der certo, o Perseverance vai coletar e armazenar uma ou duas amostras de quatro pontos específicos. Isso, em tese, deve ajudar a agência espacial a estabelecer uma linha do tempo da cratera, incluindo possivelmente, sinais de vida antiga.

Oficialmente, a missão Perseverance tem duração prevista de um ano marciano, ou 687 dias, aproximadamente. Entretanto, ela pode acabar se “esticando”: o rover Curiosity, que serviu de base para o Perseverance, segue explorando outra cratera até hoje, nove anos depois do pouso no planeta vermelho.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!