O barco autônomo Mayflower acabou de partir em uma viagem de 5.630 quilômetros pelo Oceano Atlântico. A embarcação saiu da cidade de Plymouth, no sudoeste do Reino Unido, rumo a Massachusetts, nos Estados Unidos, em uma jornada que deve durar cerca de três semanas. Durante a viagem, o navio deve fazer uma série de experimentos, coletando dados sobre a vida marinha e amostras de resíduos plásticos.

O Mayflower foi projetado pela ProMare, uma empresa de pesquisa oceânica sem fins lucrativos, em parceria com a IBM, que desenvolveu o software responsável pelo controle do navio.

publicidade

A viagem faz parte das comemorações oficiais dos 400 anos da jornada do Mayflower original, que levou os chamados “Peregrinos” britânicos para estabelecer as primeiras colônias no chamado Novo Mundo. Esta réplica do navio original é hoje um museu flutuante, ancorado em Massachusetts.

O Mayflower moderno é feito com um composto de alumínio, e conta com um painel de energia solar de 15 m de comprimento e um gerador a diesel de reserva para alimentar as baterias. Ele é capaz de atingir até 20 quilômetros por hora. Ele é controlado por um sistema de inteligência artificial a bordo, que recebe informações de seis câmeras e 50 sensores.

Veja mais informações sobre essa viagem histórica no nosso portal, olhardigital.com.br, e saiba até como acompanhar a aventura dessa embarcação autônoma!

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!