Acabou um mito que servia só para desencorajar consumidores na hora de optar por veículos elétricos: Um novo estudo mostrou que os carros elétricos continuam sendo mais limpos e emitindo menos gases de efeito estufa do que os automóveis movidos a combustão.

O boato tentava espalhar a noção que as recargas são feitas na maior parte em redes de energia “suja”. Além disso, citavam que a mineração de materiais para as baterias é poluente, mas não é bem assim.

publicidade

O estudo que desmente esses boatos foi publicado pelo Conselho Internacional de Transporte Limpo, um grupo de pesquisa sem fins lucrativos. Segundo o conselho, existe lobby de partes da indústria automotiva contra os veículos elétricos.

O relatório estimou as emissões de carros elétricos de médio porte na Europa, Índia, China e Estados Unidos, que representam 70% das vendas de carros novos no mundo. Eles constataram que ao longo da vida de um automóvel à bateria, as emissões são de 66 a 69% mais baixas do que um carro a gasolina na Europa, por exemplo.

Como votar no Olhar Digital no segundo turno do Prêmio Influency.me

Os números variam de acordo com a região. A Índia é o lugar com menor percentual, mas ainda assim têm um resultado interessante, com 19% a 34% menos poluição por parte dos veículos elétricos.

O estudo leva em consideração carros novos, emplacados em 2021 e com estimativa de 18 anos de circulação. Os autores ainda observaram a matriz energética de cada região, assim como as projeções da Agência Internacional de Energia sobre as futuras fontes de eletricidade.

A conclusão do estudo aponta a necessidade de eliminar globalmente os carros com motor de combustão, para acabar com uma das maiores fontes poluidoras do planeta.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!