Pesquisadores descobriram vestígios antigos de uma possível estrada construída na Era Romana e que estaria, atualmente, submersa na famosa Lagoa de Veneza, na Itália.

De acordo com o portal CNET, os pesquisadores do Instituto de Ciências Marinhas da Itália usaram um instrumento sonar de alta resolução na Lagoa de Veneza e encontraram 12 estruturas arqueológicas no Canal Treporti, que fica dentro da lagoa, alinhadas na direção nordeste, com 2,7 metros de altura e 52,7 metros de comprimento. Segundo os autores, a maior dessas estruturas tem potencial para ter sido uma estrutura de porto, como um cais.

publicidade

É de sabedoria geral que, durante a Era Romana, as áreas da Lagoa de Veneza que hoje estão submersas eram acessíveis por terra. Falta concluir, porém, até que ponto os humanos ocupavam a área naquela época.

A recente descoberta teve início com pesquisas anteriores sobre o Canal Treporti. Algumas revelaram pedras semelhantes às que os romanos usavam em suas construções, o que fez os especialistas crerem que essas pedras poderiam ter sido alinhadas para definir o trajeto de uma estrada.

Para confirmar o argumento, os pesquisadores tomaram como base as dimensões e semelhanças com outras estruturas em áreas parecidas, como as lagoas de Grado e Marano.

Leia mais:

Dados geológicos anteriores, inclusive, já indicavam que uma estrada conectando as estruturas estava localizada em uma crista arenosa que estaria acima do nível do mar durante a Era Romana, mas que agora se encontrava submersa na Lagoa de Veneza.

Todas essas descobertas e informações fazem os pesquisadores acreditarem na ideia de que um assentamento permanente poderia ter sido localizado no Canal de Treporti. Eles afirmam que a estrada pode ter sido usada por viajantes e marinheiros durante travessias entre a cidade de Chioggia e a parte norte da Lagoa de Veneza.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!