Depois de 13 anos de espera, o módulo laboratorial multifuncional Nauka chegou nesta quinta-feira à Estação Espacial Internacional.

O cosmonauta Oleg Novitsky coordenou a integração do Nauka de dentro da ISS. A operação de acoplamento foi delicada, muito por conta dos painéis do módulo, que cruzaram com painéis da própria estação.

publicidade

A missão russa deveria ser lançada em 2007, mas negociações burocráticas com a ISS, além de revisões e ajustes técnicos, atrasaram o feito em mais de uma década.

Uma das funções do Nauka é a de acoplar um braço robótico, de cerca de 11 metros de comprimento, construído pela Agência Espacial Europeia. Ele vai servir como uma espécie de “apêndice” da Estação Espacial Internacional, para facilitar procedimentos dos cosmonautas russos pelo lado de fora da estrutura.

O módulo Nauka é uma miniestação completa de testes de laboratório, mas também conta com recursos que vão ajudar em várias pesquisas na ISS.

A estrutura de 22 toneladas e 13 metros de comprimento vai servir também como ponto para fixar naves Soyuz, além de contar com aberturas para atracar módulos auxiliares planejados para expandir a presença russa na estação.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!