Um sério incidente com o módulo russo Nauka alterou a posição da Estação Espacial Internacional no começo da noite desta quinta-feira. Cinco horas após se acoplar à estrutura, o módulo disparou os propulsores, e começou a “empurrar” a estação para fora da órbita normal. O motivo do disparo acidental ainda não foi esclarecido.

Minutos depois a ISS começou a perder o controle de atitude, responsável por manter a orientação em relação à Terra. Isso é extremamente necessário, tanto para manter a comunicação com a Terra quanto para manter os painéis solares, responsáveis pela produção de energia elétrica, apontados para o Sol.

publicidade

Para compensar o desvio, os propulsores do módulo de serviço da ISS e da espaçonave de carga Progress, que está atracada à ISS, foram acionados. As manobras de correção só terminaram quando o combustível dos propulsores do Nauka se esgotou.

Uma equipe de engenheiros da Nasa está estudando os efeitos da perda de controle sobre a estrutura da estação. Enquanto isso, engenheiros da agência espacial russa, a Roscosmos, estão avaliando o estado do módulo Nauka.

O incidente forçou a Nasa e a Boeing a cancelar o lançamento da espaçonave Starliner, que tinha marcado para esta tarde a segunda missão de teste orbital.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!