Todos já escutaram que tomar um pouco de vinho diariamente faz bem para saúde. Essa informação está completamente correta e, principalmente, confirmada pela ciência em diversos estudos sobre os benefícios do vinho tinto.

Vinho é uma bebida saudável?

A bebida alcoólica em quantidades moderadas tende a combater os radicais livres nos humanos, moléculas que causam o envelhecimento. Isso ocorre, pois, a uva é rica em polifenóis, um composto que aparece em abundância na natureza e em plantas desempenha um papel de proteção contra o sol, insetos e microrganismos.

publicidade
vinho na taça
Conheça os 10 benefícios do consumo de vinho tinto que foram comprovados por estudos. Imagem: Shutterstock

No vinho, o principal polifenol encontrado é o resveratrol, mas também existem outros em menor quantidade, como os taninos, flavonoides, antocianina, quercetina e o ácido elágico.

É importante lembrar que os benefícios do vinho são decorrência do consumo moderado da bebida, já que em grandes quantidades os efeitos podem ser contrários. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o recomendado são 90ml para mulheres e 180ml para homens, cerca de uma e duas taças da bebida.

publicidade

A diferença é motivada porque o organismo feminino absorve mais rápido a bebida pela menor produção da enzima álcool desidrogenase (ADH), que é produzida pelo fígado e metaboliza o álcool, segundo o jornal O Globo.

Quais são as principais substâncias benéficas do vinho? 

Como o vinho é uma bebida com alto teor de polifenóis, esse composto acaba se tornando o principal responsável pelos benefícios à saúde. O resveratrol é encontrado nas sementes e na casca das uvas e, segundo o site da Harvard Medical School, esse composto pode ajudar a prevenir doenças cardiovasculares, diminuir o risco de câncer e até mesmo retardar o envelhecimento. 

publicidade

É bom tomar vinho todos os dias? 

Embora os estudos realizados até o momento sejam extremamente promissores, ainda não é possível afirmar com certeza que o consumo de vinho tinto todos os dias seja benéfico à saúde. Apenas garantem que o seu consumo em quantidades moderadas traz benefícios para o organismo. 

Portanto, se você ainda não consome vinho tinto, não precisa necessariamente incluí-lo na sua dieta diária, pois os outros alimentos também podem oferecer substâncias benéficas à saúde. No entanto, se você já faz parte do grupo que consome a bebida de forma moderada, pode continuar tranquilamente, pois contribuirá para a sua saúde. 

publicidade

Os 10 benefícios causados pelo consumo de vinho tinto

1 – Redução do risco de AVC

A bebida atua como um anticoagulante natural, quebrando coágulos sanguíneos que podem entupir as artérias e causar um acidente vascular cerebral (AVC).

2 – Fortifica o coração

O vinho reduz em até 50% o risco de doença isquêmica do coração. Os polifenóis presentes na bebida causam a vasodilatação das artérias e diminuem a agregação plaquetária, reduzindo o risco de hipertensão e menor risco de morte por outras doenças cardíacas.

3 – Combate o Alzheimer

O consumo diário previne doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer. A bebida deixa compostos antioxidantes em nosso intestino que são capazes de proteger os neurônios cerebrais de danos.

4 – Melhora o sistema imunológico

O composto antioxidante deixado no intestino ajuda as bactérias saudáveis a florescer, o que estimula a produção de células T, aumentando a resposta imunológica. O resveratrol também auxilia na criação de moléculas anti-inflamatórias.

5 – Redução de acne

O polifenol encontrado em abundância na bebida também combate algumas bactérias responsáveis pela aparição de espinhas.

6 – Aumento da densidade óssea

O vinho tinto também é rico em silício, mineral que contribui para a densidade óssea. O consumo da bebida reduz o risco de desenvolver osteopenia e osteoporose. O mineral também estimula a produção de colágeno, o que melhora a regeneração de tecidos.

7 – Reduz o nível de colesterol ruim

Os polifenóis encontrados no vinho reduzem as chances do LDL (colesterol ruim) de oxidar, enquanto aumentam a concentração de apolipoproteína, principal proteína do HDL (colesterol bom).

Leia mais!

8 – Melhora na função cognitiva

O vinho é associado a melhora cognitiva de homens e mulheres, principalmente aqueles acima dos 50 anos, influenciando a criação de novas memórias, aprendizado, vocabulário e até mesmo emoções.

9 – Longevidade

Os polifenóis do vinho atuam na ativação de uma proteína que combate o envelhecimento. No entanto, apenas o consumo da bebida não basta, é necessário seguir a dieta mediterrânea, que consiste no consumo de alimentos frescos e naturais.

10 – Reduz o risco de diabetes tipo 2

Consumir vinho também melhora a sensibilidade à insulina, hormônio que ajuda o corpo a reduzir os níveis de açúcar no sangue.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!