A novidade foi anunciada pela Ford, proprietária da empresa sediada em San Francisco, na Califórnia. A Spin, fabricante de patinetes elétricos urbanos, vai permitir que você encontre seus aparelhos pelo Google Maps.

A integração pretende tornar mais fácil para quem procura opções de transporte localizar os veículos alternativos em 84 mercados diferentes onde a empresa atua (não no Brasil ainda). O app do Google Maps passa a fornecer direções em tempo real para a scooter ou bicicleta elétrica Spin disponível que estiver mais perto.

publicidade

Os veículos aparecerão no app do Google Maps (não no desktop) quando os usuários selecionarem a opção de bicicleta depois de consultar as direções para um local específico. Eles também aparecerão na guia de transporte público, segundo Ben Bear, CEO da Spin.

Patinete no Google?

Os usuários terão, além de instruções para chegar a um veículo da Spin, informações sobre quanto tempo eles levarão para caminhar até o local (já que as scooters ainda não vão até o usuário, por enquanto).

Para evitar que a pessoa caminhe até a scooter e descubra que ela não tem o alcance necessário, o Google Maps também mostra a autonomia estimada da bateria e o tempo de chegada esperado dos usuários usando um desses veículos. Para pagar e desbloquear o transporte, o app do Google Maps faz o direcionamento para o app da Spin.

De acordo com Bear, o objetivo da empresa é fazer com que seja “tão conveniente ou ainda mais conveniente se locomover com transporte alternativo, bicicletas, ônibus, scooters, transporte público, quanto se locomover com o carro”. As scooters da Spin são os mais recentes veículos a integrar o Google Maps. Dependendo da localização, o Google Maps também inclui compartilhamento de bicicletas, horários de transporte público e informações sobre tarifas para o uso de veículos Uber e Lyft.

Leia mais

No final de 2019, a primeira parceria do tipo foi feito com os patinetes Lime, para aparecerem no Google Maps. Algo em linha com os interesses das duas empresas, já que o Google contribuiu em um investimento de US$ 170 milhões na Lime em maio de 2020. Como parte desse negócio, a Lime adquiriu a empresa de compartilhamento de bicicletas e scooters da Uber, a Jump.

A integração das scooters da Spin com o Google Maps, segundo Bear, ajudará a nivelar o campo de jogo para a Spin em termos de competição com seus rivais. “A opção mais rápida e conveniente é o que aparecerá primeiro, certo?”, disse o CEO. “Então, é algo realmente feito de uma forma justa”. Os usuários do app do Google poderão ver a disponibilidade de scooters Spin em 84 cidades , campi e vilas na Europa e América do Norte, segundo o anúncio da Ford.

Via The Verge e TechCrunch

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!