Nesta segunda-feira (23), o YouTube anunciou que seu programa de parceria chegou a marca de dois milhões de criadores. O programa permite que usuários que produzem conteúdo para plataforma ganhem dinheiro por meio dela.

De acordo com o diretor de produtos do YouTube, Neal Mohan, os números de novos canais que aderiram ao programa de parceria em 2020 mais que dobraram quando comparado com 2019.

publicidade
iphone 6 em cima de mesa com aplicativo do youtube aberto
Programa de parceria do YouTube chega a 2 milhões de membros. Imagem: BongkarnGraphic / Shutterstock

Mohan relatou que o número de canais no YouTube que recebem mais de seis dígitos aumentou 35% ano após ano. No entanto, o executivo não informou o número de criadores de conteúdo que ganham essa quantia.

Apesar de muito atrativo, não são todos os criadores que se enquadram no programa de parceria da plataforma pertencente ao Google. Entre as regras para passar a receber do YouTube é necessário ter no mínimo mil inscritos e quatro mil horas de tempo de exibição geral nos últimos 12 meses.

Quem se encaixar nestes pré-requisitos podem ganhar dinheiro proveniente de anúncios, taxas de inscrição, doações, transmissões ao vivo e receita do YouTube Premium.

Leia também!

O programa é um dos maiores atrativos para conquistar criadores de conteúdo para plataforma. Porém, também gera diversos problemas, principalmente, com anunciantes que discordam do posicionamento e condutas de alguns canais.

Para sanar os problemas, o YouTube decidiu incluir uma maneira de penalização aos criadores que quebrarem as regras da plataforma. Aqueles canais que postarem conteúdo inadequado são bloqueados de anúncios, perdendo a receita de publicidade.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!