O PIX se tornou um dos meios de pagamento mais utilizados em todo o Brasil. Mas essa popularidade também traz mais risco de golpes e fraudes.

Para oferecer mais segurança para essas operações financeiras instantâneas, o Banco Central vai fixou em até mil reais o limite de transações entre as oito da noite e as 6 horas da manhã. A medida também vale para transferências bancárias entre o mesmo banco, cartões de débito e liquidação de TEDs.

publicidade

Entre as mudanças previstas pelo BC, também está a determinação para que as instituições financeiras ofereçam a possibilidade dos clientes alterem os limites de transações para diferentes períodos do dia. Outra medida é a possibilidade de ter contas exclusivas que são autorizadas a receber transferências acima dos valores limite.

Quando o sistema perceber possíveis transações fraudulentas, o PIX pode perder o efeito instantâneo. O BC anunciou que os bancos vão poder reter transferências suspeitas durante um período de 30 minutos durante o dia e 60 minutos durante a noite.

Transações suspeitas também devem ser obrigatoriamente reportadas às autoridades de segurança pública.

Além disso, contas que tenham indícios de fraudes devem ser reportadas pelas instituições financeiras ao Diretório de Identificadores de Contas Transacionais. Com isso, outros bancos poderão consultar a lista e evitar outros golpes.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!