Um pesquisador da Universidade do Arizona quer encontrar voluntários para ajudar na busca por asteroides ativos no espaço. A intenção do astrônomo Colin Orion Chandler é quadruplicar o volume de identificação desses objetos nos próximos anos.

Para quem não sabe, “asteroide ativo” é o corpo celeste que tem a órbita de um asteroide, mas características visuais próximas de um cometa. Ao contrário dos asteroides comuns, a observação desse tipo de astro é extremamente rara. Menos de 30 foram identificados desde 1949, e a cada 10 mil asteroides encontrados, apenas um pode ser considerado ativo.

Para aumentar esse número, Chandler desenvolveu o programa “Active Asteroids”, por meio de um programa que premia pesquisas de graduação.

O pesquisador do Arizona disse que encontrar mais asteroides ativos pode ajudar a responder perguntas ainda sem resposta como de onde veio a água presente no planeta Terra, ou informar engenheiros de voos espaciais sobre fontes de combustível, ar e água mais limpas, baratas e práticas.

publicidade

Uma coisa que pode animar quem tem interesse em ser voluntário é que não é necessário ter experiência prévia com astronomia. Mas saber falar inglês é vital para completar um curso de treinamento online, conduzido pela plataforma Zooniverse. As inscrições podem ser feitas pelo site oficial do projeto.

Para ver mais detalhes sobre esse projeto, acesse olhardigital.com.br.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!