O Facebook, o Instagram e o WhatsApp ficaram fora do ar por 6 horas na segunda-feira, o que causou uma série de transtornos e teorias do que poderia ter acontecido com as redes sociais. Entre suspeitas de ataque de hackers e ações coordenadas por grupos políticos, teve de tudo um pouco.

Mas a empresa fez uma declaração horas depois do retorno dos serviços afirmando que a interrupção foi causada por um problema interno. A queda foi o resultado de uma alteração de configuração em roteadores que coordenam o tráfego da rede:

publicidade

“Nossas equipes de engenharia aprenderam que as alterações de configuração nos roteadores de backbone que coordenam o tráfego de rede entre nossos data centers causaram problemas que interromperam a comunicação. Essa interrupção no tráfego de rede teve um efeito cascata na maneira como nossos data centers se comunicam, interrompendo nossos serviços”

O CEO Mark Zuckerberg postou um pedido de desculpas pela interrupção, dizendo que sabe o quanto os usuários confiam nos serviços para se manter conectado com as pessoas de quem gostam…

A interrupção começou por volta das 11 e 40 da manhã da última segunda-feira e gerou problemas para a plataforma em todo o mundo. Essa queda é considerada a pior interrupção do Facebook desde 2019, quando a rede social ficou fora do ar por mais de 24 horas.

Apesar dos rumores de ataque hacker, a empresa afirmou não ter evidências de ter sofrido algum tipo de ofensiva.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!