A Anatel e a Receita Federal estão realizando uma operação em alguns centros de distribuição do Mercado Livre. Nos últimos sete dias, foram lacrados cerca de 10 mil produtos do segmento de telecomunicações fora das normas. Entre eles estão carregadores, baterias, fones de ouvido, relógios inteligentes, câmeras e roteadores. A apreensão equivale à quantia de 1 milhão e 200 mil reais.

A fiscalização foi originada de uma denúncia de vendedores que negociam produtos homologados na plataforma.

publicidade

Segundo a Anatel, a ação é um importante avanço no combate à pirataria.
A empresa auxiliou os agentes na verificação dos produtos comercializados.

Neste ano, a agência revelou que já retirou 2 milhões de produtos irregulares do mercado.

A Anatel também indica que os consumidores devem estar atentos se o código de homologação dos produtos é descrito nos anúncios em todos os sites de comércio eletrônico. Caso adquira um produto fora das normas, a recomendação é devolver ou trocar o item.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!