O croata Mate Rimac é o novo nome forte no mundo dos hipercarros. A empresa que leva o nome dele é a principal acionista da nova Bugatti-Rimac. A empresa ainda conta com a participação da alemã Porsche e da sul-coreana Hyundai.

A Rimac é uma empresa pequena, mas os carros elétricos que produz são extraordinários. O mais novo, o Nevera, é apontado como o mais rápido do mundo. Ele vai de zero a 100 km/h em menos de dois segundos, e pode ultrapassar 400 km/h de velocidade máxima. O preço também é espantoso: dois milhões e meio de dólares, cerca de 14 milhões de reais.

publicidade

A outra empresa do grupo é ainda mais superlativa. A Bugatti tem mais de cem anos de história e tradição. Fundada na Alemanha por um italiano, hoje é controlada por um grupo francês. E os carros são lendários: O Bugatti Chiron atual não é elétrico, mas ultrapassa os 400 km/h e tem modelos que custam mais de 3 milhões e meio de dólares, ou quase 20 milhões de reais.

A sede da nova empresa vai ficar na Croácia, em uma nova instalação que vai centralizar o setor de pesquisa e desenvolvimento das duas montadoras.

A troca de tecnologias entre as duas empresas deve ter resultados em breve, e a gente, claro, fica de olho!

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!