Criada nos Estados Unidos para limpar os estoques das lojas antes das festas de fim de ano, a Black Friday entrou para o calendário do varejo brasileiro e hoje é uma das datas mais esperadas por comerciantes e clientes. Levantamento da Conversion aponta que a intenção de compra do consumidor durante a data deve chegar a 87,75%, um aumento de 14,7% em comparação com 2020.

No ano passado, de acordo com a Ebit|Nielsen, o faturamento da Black Friday chegou a R$ 4,02 bilhões no e-commerce, crescimento de 25,1% em plena pandemia. Por isso, todos estão se preparando para ela. Então, como sair na frente da concorrência e faturar com a Black Friday 2021?

Reunimos aqui algumas dicas úteis para qualquer empreendedor “sair na frente” da concorrência utilizando as ferramentas online que a GoDaddy provém aos seus clientes. A grande vantagem é que esses recursos não exigem conhecimento técnico de programação ou design – são soluções projetadas para pequenas e médias empresas, que podem dar aquela cara “profissional” ao seu site e posts nas mídias sociais.

Passo 1 – Faça postagens incríveis e padronizadas

“As mídias sociais são um canal chave para a presença online dos negócios. Posts bem produzidos tornaram-se essenciais para as campanhas de marketing e de vendas”, explica Luiz D’Elboux, Diretor de Marketing da GoDaddy no Brasil.

Para facilitar a vida do empreendedor que é o faz-tudo do seu negócio, a GoDaddy lançou um novo conjunto de ferramentas criativas chamado GoDaddy Studio. São mais de 77 mil modelos personalizáveis de templates e artes gráficas prontas para usar e com recursos visuais elevados. São infinitas combinações para criar logotipos e anúncios únicos, todos prontos para serem usados em diversas plataformas incluindo o Facebook, Instagram, Pinterest, Twitter e campanhas de e-mail.

O GoDaddy Studio está disponível para iOS e Android gratuitamente, além de contar com uma versão desktop. A versão Premium, que não só libera todos os recursos, como dá acesso a um banco de imagens e efeitos visuais, custa a partir de R$ 14,99/mês na assinatura anual. 

Aproveite a super oferta da Black Friday GoDaddy, compre o pacote Site+Email ou Loja Online+Email com 50% de desconto e ganhe acesso ao GoDaddy Studio

Passo 2 – Coloque sua marca na internet

Quando você mesmo está buscando por um produto ou serviço, procura por ele no Google? Seu cliente em potencial está fazendo a mesma coisa, e se você quer ser encontrado na internet, você precisa ter uma relevância – e a primeira sempre é o seu próprio site.

Redes sociais são importantes, mas suas publicações terão o alcance que a plataforma quiser dar a ela – a não ser que você pague (e muito) por um impulsionamento e uma maior exposição. De acordo com um levantamento do Sebrae, 40% das empresas têm perfis em redes sociais e 70% usam WhatsApp, mas somente 27% possuem site (e domínio) próprio, como “suaempresa.com” ou “suaempresa.com.br” ao invés de “suaempresa.wordpress.blogspot.com”.

Ter um domínio personalizado pode ainda ajudar no seu ranqueamento nos mecanismos de busca e fortalecer sua marca nas redes sociais. Ao mesmo tempo, a dependência da web tradicional ainda é grande: 63% desses empresários acessam a internet para pesquisar preços e fornecedores, e 54% acessam para comprar insumos. A mesma lógica vale para o e-mail da empresa: um endereço “seunome@suaempresa.com” é muito melhor do que “seunome12345@gmail.com”. Isso mostra profissionalismo, além de ajudar a organizar melhor suas comunicações. Você pode ser uma empresa de uma pessoa só, mas ter vários endereços, como ‘vendas’, ‘suporte’ e ‘contato’, por exemplo.

Passo 3 – Crie um site e-commerce a aparecer para pesquisas no Google

Muito bem, você já tem seu site online, com um domínio próprio e um e-mail profissional para contato com clientes e fornecedores. E agora? Como ser encontrado pelas pessoas? A inteligência artificial pode te ajudar nessa.

O sistema GoDaddy InSight auxilia usuários a melhorar seu site com base na análise dos quase 19 milhões de clientes da empresa. A ferramenta dá orientações específicas sobre o que precisa ser melhorado para que a página atraia mais visitas e as mantenha por mais tempo. Ela coleta dados de sites de empresas do mesmo setor que a sua, e indica práticas que estão dando certo.

O próprio Google pode te ajudar a ser mais visto. A empresa disponibiliza uma ferramenta de código aberto que mede a qualidade das páginas da web. O Lighthouse audita o desempenho, acessibilidade e otimização de mecanismo de pesquisa de páginas da web ao executar uma série de testes. Depois, a plataforma gera um relatório sobre o desempenho da página e indicadores do que pode ser feito para que ela seja aprimorada.

Com isso em mente, a GoDaddy criou o construtor de “Sites + Marketing” levando em conta o Google Lighthouse. As páginas criadas dentro da plataforma levam vantagem em categorias como Progressive Web App e Desempenho, o que lhes garantiu a pontuação mais alta na busca. Com um menor tempo de latência, os sites carregam mais rápido. De acordo com o Google, quando o tempo de carregamento da página varia de um segundo a três segundos, a probabilidade de um usuário abandonar o site aumenta em 32% – ou seja, o cliente sai da sua loja online sem nem mesmo ver o que há para vender.

Passo 4 – Venda online com uma loja virtual

De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), antes da pandemia estimava-se que 60 mil novas lojas virtuais seriam abertas em seis meses, mas de março a setembro de 2020 foram registradas mais de 135 mil.

E foi essa mudança que garantiu a sobrevivência de muitos negócios. Já em 2021, uma pesquisa realizada pela Neotrust com dados de compra no comércio eletrônico e-commerce durante o primeiro trimestre de 2021 registrou 78,5 milhões operações – 57,4% a mais do que no ano passado – com um faturamento de R$ 35,2 bilhões, um crescimento de 72,2%.

A GoDaddy possui dois planos de criação de páginas de e-commerce. O “Loja Online“, dentro do “Sites + Marketing” é a melhor opção para iniciantes, no qual o empreendedor consegue adicionar produtos, fotos, descrições e controlar SKUs em um só lugar, sem a exigência de qualquer conhecimento técnico. O formato suporta até cinco mil produtos na loja virtual, com até 10 imagens por produto, e aceita os principais cartões de crédito, Paypal e Apple Pay de forma totalmente segura. O sistema conta ainda com mais de 16 mil modelos com leiautes pré-definidos que também podem ser personalizados para cada negócio.

Para usuários mais avançados e que já criaram e fizeram a gestão de algum e-commerce antes, a solução “WordPress eCommerce” – o sistema de gestão de conteúdo mais utilizado na internet – é a melhor opção. Através de uma parceria entre a GoDaddy e a Woocommerce (um dos melhores e mais potentes plugins para lojas virtuais da plataforma WordPress) o empreendedor terá acesso gratuito às melhores extensões premium da ferramenta, que permitem realizar a gestão e a segurança do site, alertas de atividade, estatísticas, integração da loja com redes sociais e mais.

Quando se opta pela plataforma WordPress, o empresário tem um ganho significativo em performance. O plano da GoDaddy inclui e-mail profissional, certificado SSL e domínio grátis, além de armazenamento e visitantes ilimitados. O CDN Boost ainda garante tempos de carregamento até 50% mais rápidos.

Passo 5 – Crie uma lista de e-mails e faça disparos de e-mails frequentes

Apesar de ser considerado ultrapassado por algumas pessoas, o e-mail marketing ainda é um dos melhores canais de relacionamento com os clientes na internet. Direto ao ponto, o correio eletrônico oferece volume e objetividade na comunicação.

De acordo com a pesquisa ‘E-mail Marketing Trends’, 96,2% das empresas consideram o e-mail uma estratégia de marketing eficaz. Com baixíssimo custo, o e-mail possibilita a segmentação e personalização dos envios. A ferramenta para disparo de e-mail marketing da GoDaddy permite facilmente criar e enviar mensagens para até 25 mil contatos por mês.

A Black Friday acontece no próximo dia 26 – até lá, é possível criar um cronograma de envio das promoções para deixar o seu cliente já preparado, ou até oferecer descontos exclusivos antes do dia. Com um bom planejamento de disparo de e-mails o empreendedor poderá obter resultados muito mais satisfatórios da sexta-feira mais esperada do ano pelo varejo do Brasil.