Primeiro supercarro híbrido da empresa de Woking, o McLaren Artura já está disponível no Brasil por meio da UK Motors, representante da montadora no país. Por aqui, o esportivo está sendo vendido por R$ 2,7 milhões — com cobertura de fábrica de cinco anos.

O Artura é o primeiro carro da McLaren a vir com trem de força híbrido, seguindo o regulamento esportivo que vigora na Fórmula 1 desde 2014. O cupê de duas portas combina um motor a gasolina V6 3.0 biturbo — o primeiro na história da montadora — com 585 cv e 59,6 kgfm de torque e um motor elétrico com 95 cavalos e 22,9 kgfm.

publicidade
Motor V6 híbrido do McLaren Artura
Motor V6 híbrido do McLaren Artura (McLaren/Divulgação)

No total, a entrega é de 680 cavalos de potência, sendo que é possível rodar apenas 30 quilômetros no modo elétrico. A bateria de 7,4 kWh, aliás, pode ser recarregada até 80% da capacidade em duas horas e meia.

Construído também sobre uma nova plataforma, a MCLA (McLaren Carbon Lightweight Architecture), o Artura arranca, segundo a montadora britânica, de 0 a 100 km/h em 3 segundos e de 0 a 200 km/h em 8s3. A transmissão possui oito marchas e dupla embreagem, enquanto a velocidade máxima é limitada eletronicamente a 330 km/h.

Um fato curioso no carro é que ele não tem marcha ré: para ir para trás, o motor elétrico aplica sua rotação no eixo de transmissão e o gira na direção oposta.

Traseira do McLaren Artura
McLaren/Divulgação

Pneus especiais

Outro item interessante no McLaren Artura é o conjunto de pneus “inteligentes” Cyber Tyre, fornecidos pela empresa italiana Pirelli. Essa tecnologia integra sensores aos pneus que reúnem dados vitais para um desempenho mais uniforme, como, por exemplo, adaptar a pressão dos compostos ao estilo de pilotagem do motorista.

McLaren Artura
McLaren/Divulgação

É possível ainda verificar, por meio de um software, quando é a hora de trocar o pneu e mesmo a velocidade máxima para aquele calçado, dependendo do desgaste.

As primeiras entregas do McLaren Artura devem acontecer no segundo trimestre de 2022. A garantia para a bateria do sistema elétrico é de seis anos, enquanto a da carroceria é de dez.

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!