Uma carga de carros japoneses, saída da Coreia do Sul, foi levada à Rússia, num navio registrado no Panamá com um nome inspirado no Brasil (ufa!). Os carros chegaram congelados por uma camada de até mais de 10 centímetros. Alguns foram amassados, tiveram vidros quebrados e seu interior congelado.

E o nome do navio é a melhor ironia, notada pelos russos: Sun Rio. É um cargueiro roll-on/roll-off (RORO), um tipo de navio no qual carros entram e saem com suas próprias rodas e seu próprio motor. (Isto é, geralmente: neste caso, só com guindaste.) Cargueiros RORO são como como os familiares ferry boats (outro tipo de RORO), mas bem maiores.

publicidade

Fabricado no Japão em 1991, o Sun Rio destoa da maioria dos navios categoria por ter um convés superior aberto, o que não é ideal para esse tipo de transporte. E as razões são óbvias agora: ao cruzar o Pacífico Norte com tempo particularmente ruim, as ondas invadiram o navio, quebraram alguns vidros, e acabaram congeladas, criando um bloco gigante

Foi um estrago suficiente para os próprios russos notarem. Os navios tiveram que ser tirados com picaretas e removidos com gelo e tudo do navio. O procedimento padrão seria deixá-los descongelar e tentar sair dirigindo, mas, a -20° C, não era uma opção.

Capitão russo diz que carros congelados são normais

O capitão do navio fez pouco caso. Entrevistado pelo site russo VL, Pyotr Osichansky afirmou: “É dezembro, o mar está bravo e com ventos fortes. A água jorra para bordo, e se torna uma borda. Nada errado. Exceto que este ano os ventos estão muito mais fortes que o comum. Mas marinheiros não são estranhos a isso. E isso aconteceu antes, ao descarregar, não é nada.”

A carga é de carros novos, com o seguro, e possivelmente vão ser vendidos após consertos.

Via VL

Leia mais:

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!