Já nos primeiros dias de 2022 o mundo passou a registrar milhões de novos casos de Covid-19, alcançado até agora uma média diária de cerca de 2 milhões. Conforme as informações mais recentes divulgadas pela publicação Our World In Data, três países sozinhos já respondem pela metade dos casos da doença: Estados Unidos, França e Itália.

Na última quinta-feira (6), o número já subiu para pouco mais de 2,5 milhões de notificações, despertando o alerta das autoridades.

publicidade

“O tsunami de casos é tão grande e rápido que está sobrecarregando os sistemas de saúde em todo o mundo”, reforçou o diretor da OMS (Organização Mundial da Saúde), Tedros Adhanom, em entrevista coletiva na semana passada.

Gráfico mostra que três países concentram a metade dos casos de Covid-19 no planeta.
Imagem: Our World In Data/Reprodução

Vale destacar que a média de casos dobrou em questão de uma semana, quando eram notificados cerca de 1 milhão de novos casos da doença no mundo. 

Leia mais:

Quebra de novos recordes

A primeira semana do ano já ficou marcada pela quebra de diversos recordes. Na terça-feira (4), foram  2,4 milhões de novos casos, do total, 1 milhão apenas nos EUA e 221 mil no Reino Unido. No dia 5 de janeiro, a França registrou 332 mil casos, enquanto a Itália somou mais 219 mil no dia 6 de janeiro. 

No Reino Unido, diante do salto no número de internações, o Ministério da Defesa anunciou, inclusive, que convocará os militares para auxiliar os hospitais, enquanto as autoridades sanitárias dos EUA esperam que a alta de casos ainda deve piorar antes de atingir o seu pico no país.

Por fim, outros países também voltaram a registrar altos índices depois de vários meses de estabilidade. Foi o caso da Índia, por exemplo, que notificou mais de 100 mil novos casos nesta sexta-feira (7), fato que não ocorria há mais de sete meses. 

Via: Uol