Na última segunda-feira (28), com somente alguns meses operando na Índia, a Shopee encerrou as suas atividades no país. De acordo com a empresa, a decisão foi por conta da incerteza do mercado global. Segundo a agência internacional de notícias Reuters, seria também pela baixa perspectivas de crescimento no mercado indiano.

Outros relatos especulam de que a saída da Shopee da Índia seja por conta da proibição do jogo Free Fire do Sea Group pelo do governo indiano. Isso porque o jogo foi um dos 54 apps banidos do país, com a justificativa de apresentarem risco a segurança nacional por – supostamente – enviarem dados dos usuários para servidores na China.

publicidade

Leia mais:

Porém, a Sea Group confirmou que o encerramento das operações da Shopee não teve relação com a proibição do jogo. Por outro lado, uma fonte próxima a empresa disse que a saída do mercado indiano foi motivada por uma pressão regulatória nos últimos meses.

Shopee é uma plataforma de compras online
Crédito editorial: Fijar Maulidah / Shutterstock.com

O valor de mercado da Sea Group durante a operação da Shopee na Índia era de US$ 200 bilhões (R$ 1 trilhão) em 2021 e caiu para US$ 64,76 bilhões (R$ 309 bilhões) a partir de então. Há fontes ainda que afirmaram que a empresa planejava investir até US$ 1 bilhão (R$ 5 bilhões) no país.

Segundo o comunicado da empresa, a Shopee Índia deixará de funcionar a partir de terça-feira (29) e os clientes não poderão mais realizar compras a partir desta data. As liquidações de pagamentos, reembolsos e outros serão processados ​​até 30 de maio.

Fonte: Reuters

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!