A saúde mental é um dos assuntos mais abordados na medicina durante os últimos anos, não é novidade para ninguém que as pessoas precisam cuidar dos seu psicológico e de todas as questões que o envolvem. No entanto, o tema ainda é um tabu para muitas pessoas, e até mesmo para os profissionais de saúde do setor.  

Um estudo realizado por Andrew Devendorf, pesquisador da psicologia clínica da Universidade do Sul da Flórida, e Sarah Victor, professora de Psicologia Clínica da Universidade de Tecnologia do Texas, ambas nos Estados Unidos, abordou os problemas enfrentados por psicólogos e estagiários que sofrem com algum transtorno mental.

Leia também!

Os pesquisadores entrevistaram mais de 1,7 mil membros do corpo docente e estagiários de psicologia para entender suas experiências pessoais com a saúde mental. Os voluntários tiveram que responder se já sofreram com “dificuldades de saúde mental” ou se já foram diagnosticados com alguma doença mental.  

publicidade

As duas perguntas foram feitas para que aqueles que nunca foram rotulados com condições específicas pudessem contar pelo que já passaram. De todos os entrevistados, 80% já disse ter enfrentado alguma dificuldade de saúde mental, enquanto 48% já disse ter sido diagnosticado com alguma doença.  

Os pesquisadores apontaram que muitos psicólogos enfrentam preconceitos ao relatarem seus próprios problemas mentais, podendo até mesmo perder oportunidades de emprego. “O estigma em relação à doença mental existe dentro da profissão de saúde mental. Descobrimos que psicólogos e estagiários com doença mental podem ser vistos injustamente como danificados, incompetentes ou difíceis de trabalhar por seus colegas”, apontaram.  

Imagem-conceito para nota sobre apps de saúde mental
48% dos psicólogos sofrem com algum transtorno mental diagnosticado, diz estudo. Imagem: Fizkes/Shutterstock

O principal objetivo do estudo é mostrar que os psicólogos e outros profissionais que atuam com saúde mental também podem sofrer com problemas, assim como qualquer outra pessoa e que isso não os desabona profissionalmente.  

Cerca de 95% dos entrevistados com dificuldades de saúde mental apontaram não ter passado por “nenhum” ou “leve” problemas profissionais ocasionados pelas experiências. Enquanto 80% das pessoas diagnosticadas disseram o mesmo, comprovando que a doença mental não é uma barreira profissional.  

Via: The Conversation 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!