As restrições impostas pela pandemia nos portos da China trouxeram sérias consequências para a produção de carros da Tesla. Segundo o CEO da fabricante de automóveis elétricos, Elon Musk, algumas unidades estão “perdendo bilhões de dólares”, principalmente as que estão em expansão, como as unidades de Austin, no estado norte-americano do Texas, e Berlim, na Alemanha. A falta de baterias e outros componentes está limitando a produção, trazendo sérios prejuízos. 

Queimando dinheiro 

De acordo com Musk, as fábricas de Berlim e Austin se transformaram em gigantescas fornalhas de dinheiro. “É realmente como um rugido gigante, que é o som de dinheiro pegando fogo”, disse Musk para um grupo de empresários da Tesla do Vale do Silício. 

publicidade

Segundo o homem mais rico do mundo, a fábrica da Tesla no Texas produz poucos carros por causa dos desafios em aumentar a produção de suas novas baterias 4680. 

E também em razão dos componentes que ainda estão presos nos portos da China, como o de Xangai, em especial destinados para a fabricação das baterias convencionais 2170. 

Sobre a fábrica de Berlim, Musk disse que a posição é um pouco melhor. Isso porque a unidade só produz carros que utilizam as baterias 2170. 

elon musk
CEO da Tesla afirma que fábricas da Tesla estão ‘queimando dinheiro’ e já começa a adotar medidas para melhorar a gestão. Imagem: The Joe Rogan Experience/Reprodução

Leia mais:

Efeitos da pandemia 

As paralisações ocorridas na China por conta da pandemia de Covid-19, principalmente em Xangai, afetaram bruscamente a produção da Tesla. Os principais efeitos foram nas unidades de lá e também da Califórnia. 

Diante disso, a Tesla pretende suspender a produção em sua fábrica de Xangai nas duas primeiras semanas de julho. 

O objetivo será realizar uma readequação da planta, com atualizações sobre a expectativa de produção e índices de lucratividade, ou seja, haverá uma reestruturação nos próximos dias. 

“Os últimos dois anos foram um pesadelo absoluto de interrupções na cadeia de suprimentos, uma coisa após a outra, e ainda não estamos fora disso”, disse Musk.

Situação crítica que já tem impactado em demissões e queda no faturamento. Musk já alerta para possíveis falências em algumas unidades. “Vamos pausar as contratações em escala mundial”, revelou. 

Via: Reuters

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!v