De acordo com o relatório da Federação Americana do Trabalho e Congresso de Organizações Industriais (AFL-CIO), os cargos executivos de empresas do grupo S&P 500 ganham em média 324 vezes mais do que os trabalhadores das respectivas empresas em 2021. Na Amazon, a discrepância entre CEO e trabalhador médio é de 6 mil vezes.

O caso que mais destaca essa disparidade entre salários é o do CEO da Expedia, empresa de viagens e reservas de hotéis, que teve a remuneração anual de US$ 296,2 milhões, cerca de R$ 1,6 bilhão, na cotação desta quarta-feira (20), com o dólar vendido a R$ 5,44. Ele é seguido pelo CEO da Amazon, Andy Jassy, com US$ 212,7 milhões, ou R$ 1,15 bilhão. 

publicidade

Leia mais:

No caso do CEO da Amazon, seu ganho foi cerca de 6,4 mil vezes a mais do que um funcionários médio da empresa costuma ganhar. De acordo com o relatório da AFL- CIO, essa é a maior diferença entre o ganho de um funcionário com a de um CEO desde que a federação começou a pesquisar as disparidades salariais. 

Em comunicado enviado à Forbes, um porta-voz da Amazon informou que o salário anual recebido por Jassy, de US$ 212,7 milhões, está alto devido a remunerações pagas de prêmios de ações que representam “a maior parte da remuneração de Andy para os próximos anos”, disse o representante da empresa.

Imagem: Cineberg/ Shutterstock.

Confira abaixo a lista completa dos 10 CEOs com os maiores salários

  1. Peter Kern – Grupo Expedia, Inc. – US$ 296.247.749
  2. Andy Jassy – Amazon, Inc. – US$ 212.701.169
  3. Patrick Gelsinger – Intel Corporation  – US$ 178.590.400
  4. William McDermott – Service Now, Inc. – US$ 165.802.037
  5. Tim Cook – Apple Inc. – US$ 98.734.394
  6. Jamie Dimon – JP Morgan Chase & Co – US$ 84.428.145
  7. Fabrizio Freda – Estée Lauder Companies, Inc. – US$ 65.996.985
  8. Jay Snowden – Penn National Gaming, Inc. – US$ 65.887.214
  9. Hock Tan – Broadcom Inc. –  US$60,703,627
  10. Ronald Clarke – FLEETCOR Technologies, Inc. – US$57,923,473

Via: Forbes Brasil

Imagem: Superstar/ Shutterstock.