O Banco Central do Brasil (BC) divulgou o ranking do primeiro trimestre de 2022 dos bancos e instituições financeiras que tiveram mais reclamações. C6 Bank lidera o ranking, seguido por Banco Pan e Inter.

O ranking sofreu atraso por causa da greve realizada por funcionários, com o objetivo de reivindicar reajuste salarial e reformas nas estruturas de trabalho. A paralisação foi encerrada no início de julho. Como efeito, o ranking do trimestre seguinte também sofrerá atraso. 

Leia mais:

O índice das 15 instituições financeiras ou bancos considerou o total de reclamações divididas pelo número de clientes e multiplicado por 1 milhão. A quantidade de ocorrências foi registrada sobre competências de supervisão do Banco Central do Brasil. E o número total de clientes utilizou a base conjugada do Cadastro de Clientes do Sistema Financeiro Nacional (CCS) e Sistema de Informações de Crédito do Banco Central (SCR).

publicidade

O BC informa no relatório que as reclamações consideradas procedentes são aquelas “em que se verificou indício de descumprimento, por parte da instituição, de lei ou regulamentação cuja competência de supervisão seja do Banco Central do Brasil”. Já as reclamações não reguladas, ou seja, as não computadas foram “não relacionadas à lei ou regulamentação cuja competência de supervisão seja do Banco Central do Brasil”.

Imagem mostra logo do Banco Central do Brasil, o Bacen
Crédito: Jo Galvao/Shutterstock

Confira o ranking das empresas com o índice de reclamações:

  1. C6 Bank  –  77,99
  2. BTG Pactual/ Banco Pan  – 68,20
  3. Inter –  48,85
  4. BMG – 47,20
  5. Santander – 27,37
  6. Bradesco – 25,22
  7. Mercado Crédito – 24,96
  8. Original – 21,59
  9. PagBank/ Pagseguro – 14,87
  10. Caixa Econômica Federal – 
  11. Banco do Brasil – 13,17
  12. Itaú – 12,26
  13. Votorantim – 8,17
  14. Nubank – 7,48
  15. Midway S.A – Crédito, Financiamento e Investimento – 2,87

Outras instituições de menor porte também foram calculadas pelo ranking “Demais Bancos, Financeiras e Instituições de Pagamento – 1º trimestre/2022”. O banco Digimais lidera a lista com índice de 657,93, na sequência estão os conglomerados Master com 601,71 e a fintech, Neon com 441,13. O ranking completo e demais categorias podem ser vistos aqui.

Imagem: rafapress/ Shutterstock

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!