A cidade de Shenzhen, centro de tecnologia no sul da China, entrou em lockdown nos últimos dias para a realização de testes de Covid-19. A partir de segunda-feira (4), a região vai adotar medidas de restrição diferenciadas para evitar o avanço da doença.

Com base nos resultados da testagem em massa, as áreas de Shenzhen serão classificadas em três categorias, de acordo com o risco de infecção: baixo, médio e alto.

Em locais com risco considerado baixo, serão removidas as restrições que exigem o confinamento da população. Os bloqueios serão mantidos em áreas com risco médio e alto. Onde houver registro de casos de Covid-19, as restrições temporárias serão ampliadas por três dias.

Diante do aumento de casos de covid, Xangai adotou medidas restritivas
Centro de tecnologia na China teve lockdown para testagem em massa. Imagem: Robert Way / Shutterstock

A cidade também vai promover uma nova rodada de testes, para monitorar o resultado da estratégia de contenção por zoneamento.

publicidade

Em entrevista coletiva realizada neste domingo (4), Lin Hancheng, autoridade de saúde de Shenzhen, disse que a situação da Covid-19 na cidade é grave e complexa. “O número de novas infecções permanece relativamente alto e o risco de transmissão comunitária ainda existe”, informou.

Shenzhen registrou 89 novas infecções transmitidas localmente no sábado (3). Um dia antes, 87 casos foram confirmados.

Leia mais:

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!