A indiana Bajaj, considerada a terceira maior fabricante de motos do mundo, confirmou na última semana que começou a produzir sua motocicleta topo de linha na Zona Franca de Manaus (AM).

Com 40 cv e 3,6 mkgf de torque, a Dominar 400 briga no segmento de 300 a 400 cilindradas e oferece como atrativo um preço mais baixo que rivais como a BMW G 310 R e a Yamaha MT-03. No mercado indiano, por exemplo, o modelo sai por cerca de R$ 15 mil.

A Dominar 400 tem câmbio manual de seis marchas, pesa 193 kg e vem de fábrica equipada com rodas de 17 polegadas. Imagem: Bajaj/Divulgação

Por enquanto, o valor final que será praticado no Brasil ainda não foi anunciado pela fabricante.

Veja também:

publicidade

Para expandir as operações por aqui, a marca — que também está presenta na Colômbia e Argentina —, firmou uma parceria com a brasileira Dafra, que fabrica motocicletas desde 2008. Além da Dominar 400, a Bajaj também abriu a pré-venda de outros três modelos: a Avenger 160, a Pulsar 160 e a Pulsar 200.

A primeira revenda oficial no Brasil fica em Santo André (SP). Segundo a empresa, novos pontos serão abertos na região Sudeste. 

A fabricante também planeja trazer outras motocicletas ao país em breve: a Dominar 250, a versão menos cara do seu modelo topo de linha, e a scooter elétrica Chetak.

Apesar de ter ingressado no mercado nacional no ano passado, a Bajaj ressalta que foi obrigada a atrasar os seus planos até outubro de 2022 por conta da falta de semicondutores e da guerra na Ucrânia.

Imagem principal: Bajaj/Divulgação

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!